Epinefrina

Indicação

Parada cardiopulmonar, choque anafilático.

Efeitos colaterais / Reações adversas

Doses excessivas causam vasoconstrição e hipertensão; Pode causar arritmias ventriculares, ansiedade, tremores, excitação, vômito

Contra-indicações e precauções

Choque de causa não anafilactóide, prenhez, glaucoma de ângulo fechado, hipertensão, diabetes, tireotoxicose, toxemia. É incompatível com as soluções alcalinas.

Posologia

Posologia Cães: - Parada cardíaca: 10-20 mcg/kg IV ou 100-200 mcg/kg (0,1-0,2 mg/kg) endotraqueal (pode ser diluída em solução salina antes da administração). - Choque anafilático: 2,5-5 mcg/kg IV ou 50 mcg/kg endotraqueal (pode ser diluído em solução salina). - Terapia vasopressora: 100-200 mcg/kg (0,1-0,2 mg/kg) IV (dose alta) ou 10-20 mcg/kg (0,01 - 0,02 mg/kg) IV (dose baixa). Utilizar dose baixa inicialmente e, se não houver resposta utilizar a dose alta.

Posologia Gatos: - Parada cardíaca: 10-20 mcg/kg IV ou 100-200 mcg/kg (0,1-0,2 mg/kg) endotraqueal (pode ser diluída em solução salina antes da administração). - Choque anafilático: 2,5-5 mcg/kg IV ou 50 mcg/kg endotraqueal (pode ser diluído em solução salina). - Terapia vasopressora: 100-200 mcg/kg (0,1-0,2 mg/kg) IV (dose alta) ou 10-20 mcg/kg (0,01 - 0,02 mg/kg) IV (dose baixa). Utilizar dose baixa inicialmente e, se não houver resposta utilizar a dose alta.

Calcule a dosagem